Menopausa – O Que é? Quais os Sintomas? Tem Tratamento? Estágios!

A menopausa é o processo biológico da mulher. Essa fase é marcada pelo fim da ovulação e, em consequência, do ciclo menstrual. É um período que costuma causar alguns desconfortos para a maioria das mulheres.

No entanto, com um acompanhamento médico adequado e bons hábitos de vida é possível que a mulher passe por essa fase com mais tranquilidade.

O que é a menopausa?

Como mencionado, a menopausa é o fim da fase reprodutiva da mulher. Os principais sintomas dessa fase da vida é a presença de menstruações escassas e desreguladas. Também pode haver a parada total da menstruação.

Causas da menopausa

Vale sabermos que uma mulher saudável, ao nascer, conta com cerca de 450 mil óvulos estocados em seus folículos ovarianos. Tais óvulos iniciam seu processo de eliminação antes mesmo da mulher nascer. Essa eliminação dura até, aproximadamente, os 50 anos de idade. De acordo com especialistas, cerca de 90% das mulheres entram em processo de menopausa entre os 45 e 55 anos de idade.


Já aproximadamente 5% delas podem ter a menopausa próximo dos 40 anos idade. Outros 5% das mulheres entram nesse processo com cerca de  60 anos de idade.

A eliminação dos folículos ovarianos acontece de forma lenta, progressiva e continua durante toda a vida da mulher. Essa degeneração é chamada pelos profissionais da saúde de atresia folicular.

Diversos fatores são as causas de uma mulher entrar cedo ou mais tardiamente na fase da menopausa. As principais causas da menopausa, que determinarão quando a mulher irá entrar nesse ciclo são:

  • Etnia: algumas linhagens étnicas fazem que a mulher entre mais cedo na menopausa, como é o caso das latinas. Outras etnias costumam apresentar mulheres que entram mais tardiamente na menopausa, como as asiáticas.
  • Genética: a história genética de uma mulher também conta para seu organismo entrar mais cedo ou mais tarde no processo da menopausa. Geralmente, se uma mulher tem sua ascendência feminina representada por mulheres que entram cedo na menopausa, são altas as chances de ela seguir essa tendência. Já mulheres com ascendência de mulheres que entram mais tarde nessa fase, possivelmente, entrarão também com mais idade na menopausa.

mulher sofrendo de suor por conta da menopausa

Outras Causas da menopausa

  • Declínio dos hormônios: essa defasagem já inicia-se a partir dos 30 anos de idade. Os ovários começam com uma produção menor de hormônios sexuais que regulam a menstruação. Na fase dos 40 anos de idade, o ciclo menstrual de uma mulher, geralmente, se torna mais curto. Isso pode ir acontecendo até que ela não menstrue mais.
  • Tabagismo: estudos apontam que mulheres que fumam acabam apresentando processo de menopausa 2 anos antes em relação aquelas mulheres que não são tabagistas.
  • Histórico reprodutivo: normalmente, mulheres que nunca engravidaram tendem a entrar mais cedo na menopausa. Já as que passaram por pelo menos uma gestação, costumam entrar mais tarde nessa fase.
  • Histerectomia: intervenção cirúrgica que remove parte do útero ou o órgão completo. Nesse caso, pode acontecer a menopausa, dependendo do tipo de cirurgia pela qual a mulher passou. Na Histerectomia parcial, por exemplo, onde parte do útero é retirado, a menopausa costuma demorar um pouco para se manifestar. Isso porque os ovários ainda estão no corpo da mulher e produzem a progesterona e o estrogênio.

Já na Histerectomia total os ovários são retirados junto com o útero. Assim, a menopausa, nessa mulher, ocorre imediatamente após a cirurgia, sem existir fases de transição

  • Radio e Quimioterapia: esses tipos de tratamento podem levar uma mulher a menopausa antes do tempo.
  • Insuficiência ovariana primária: segundo pesquisas, apenas 1% das mulheres terão menopausa precoce, antes dos  40 anos de idade. No caso da mulher apresentar a menopausa antes dessa idade, pode ser que ela apresente insuficiência ovariana primária. Isso ocorre quando os ovários da mulher passam a não produzir mais hormônios antes do tempo. O problema pode ser devido a doenças (como malária, catapora tardia, tuberculose) ou a fatores genéticos.

Quais os estágios?

Os estágios da menopausa costumam sofrer bastante confusão de interpretação. Porém, segundo os especialistas, os estágios da menopausa, pelos quais a mulher passa são:

  • Pré-menopausa: é o último estágio antes da menopausa propriamente dita ocorrer. Ela ocorre quando os índices dos hormônios sexuais femininos – a progesterona e o estrogênio – começam a terem suas produções instáveis. A produção desses hormônios também tendem, nessa fase, a serem produzidos antes dos ciclos considerados normais, ocasionando sangramentos irregulares.
  • Perimenopausa: é o período que dura alguns anos antes e até alguns anos depois dela. De acordo com a “Sociedade Norte-Americana de Menopausa”, essa fase pode durar de 4 a 8 anos.
  • Pós-menopausa (climatério): erroneamente, muitas pessoas chamam a menopausa de climatério. Porém, o climatério é o período após ela. Para considerar que a mulher realmente passou por ela, esse período é importante de ser considerado. Ele significa que, por um período razoavelmente extenso, a mulher teve seu ciclo menstrual totalmente interrompido.

Quais os sintomas da menopausa

Um dos principais sintomas da menopausa é a irregularidade das menstruações. Porém, outros sintomas podem surgir. Alguns deles podem requer tratamento para melhorar a qualidade de vida da mulher nesse estágio da vida. Alguns desses principais sintomas são:

  • Ondas de calor: trata-se de um sintoma bastante comum. Geralmente, ele acontece mais na parte superior do corpo da mulher e é vulgarmente conhecido como “fogachos”. A mulher começa a sentir ondas praticamente insuportáveis de calor, que podem inclusive deixar a pele avermelhada. Suores também são comuns. De acordo com estudo, mais de 80% das mulheres na fase sofrem com esse sintoma.
  • Fertilidade para baixo: com o estrogênio caindo em produção, as chances da mulher engravidar nessa fase é pequena – embora existam casos de gestação durante esse período. Recomenda-se que a mulher ainda continue com métodos contraceptivos, se não pretende engravidar.
  • Vagina seca: sintoma comum durante a fase da perimenopausa. Além da sensação de secura na vagina, a mulher costuma também apresentar dores durante o ato sexual e coceiras na região vulvovaginal.
  • Sono ruim: como as ondas de calor e suores podem ser frequentes nesta fase, a mulher pode ter uma baixa qualidade de sono ou mesmo insônia. Nesse caso, é recomendável procurar um médico para conseguir dormir melhor.

Conheça mais sintomas da menopausa

Menopausa mulher tendo os sintomas da menopausa

  • Suores durante a noite: são as ondas de calor que ocorrem quando a mulher já está pronta para dormir. O suor pode chegar a tanto que molha até travesseiros e lençóis. A mulher também pode acordar durante o meio da noite incomodada com os suores causados pelas ondas de calor.
  • Alterações de humor: alterações de humor são comuns nessa fase da vida da mulher. Irritação, ansiedade, depressão, agitação e outros sintomas podem aparecer durante um curto espaço de dias. Vale buscar ajuda médica regular o humor e melhor a qualidade de vida da paciente.
  • Problemas com a urina: a frequência da urina pode ser maior nessa fase. Além disso, algumas mulheres se tornam mais sensíveis a contraírem infecções urinárias – que costumam exigir tratamento.
  • Dispersão, dificuldade de concentração: nessa fase, a mulher pode apresentar problemas de memória e dificuldades para se concentrar em atividades. Esses sintomas tendem a passar com o fim total do ciclo menstrual.
  • Outros sintomas: queda de cabelo, ganho de peso (especialmente na região da barriga e cintura) e redução no tamanho das mamas.

O Que é a menopausa precoce?

É considerada precoce quando uma mulher entra nessa fase antes dos 40 anos ou 45 anos de idade.

Quais os sintomas da menopausa precoce?

Os sintomas são, em geral, iguais os sintomas que acontece nas idades mais indicadas. Entre os sintomas estão: secura na vagina, ciclos irregulares de menstruação, ondas de calor, suores, problemas para dormir, dificuldade de engravidar, mudanças no humor, etc.

A menopausa precoce pode acontecer em razão de tendências genéticas, retirada do útero e dos ovários, tratamentos como a radioterapia e a quimioterapia, tabagismo, entre outros.

mulher idosa sorrindo

Qual o tratamento?

Geralmente, o tratamento de primeira escolha pelos médicos para a menopausa precoce é a Reposição Hormonal. O tratamento é realizado por meio da administração de medicações com a presença do hormônio estrogênio – que regula o ciclo menstrual e ainda ajuda a evitar problemas como doenças cardíacas e osteoporose. Tais doenças são mais comuns de surgirem em mulheres que apresentam precoce.

Também é sugerido que a mulher precoce mantenha bons hábitos de vida. Estão recomendadas práticas de atividades físicas e uma boa alimentação – livre do excesso de gorduras, doces e alimentos processados (como o bacon e a salsicha, por exemplo).

A mulher precoce também deve evitar ficar acima do peso. Além disso, recomenda-se não fumar e seguir corretamente todas as recomendações do médico, para evitar complicações devido a sua condição.

Tratamento natural para a menopausa

Algumas mulheres não fazem reposição hormonal e acabam optando por tratamentos naturais. Um deles é tomar diariamente o chá de folhas de amora. Muitas mulheres que fazem uso dessa infusão garantem que tiveram ondas de calores significativamente reduzidas, além de sanarem seus problemas urinários.

O chá de amora pode ser feito com as próprias folhas da amoreira ou, então, ser consumido em forma de suplemento. Quem opta pela infusão deve tomar cerca de 3 ou 4 xícaras do chá por dia, para usufruir de seus benefícios contra os incômodos efeitos da menopausa.

Como saber se estou na menopausa?

Se você já está perto ou passou dos 50 anos, provavelmente vai apresentar menstruações irregulares. Isso é um bom indicativo de que se está entrando na menopausa. É recomendado procurar um médico ginecologista, que confirmará ou não, podendo solicitar exames ou propor tratamentos.

Já se você ainda não chegou nessa idade, mas apresenta os sintomas aqui descritos sobre as fases, também deve procurar um médico ginecologista o quanto antes. Isso porque você pode estar sofrendo com esta fase.