Como Chegar ao Orgasmo Rápido? Existe Orgasmo Anal? Veja Agora!


O orgasmo é uma resposta biológica aos estímulos sexuais, que correspondem ao clímax do prazer proveniente do sexo.

O que é um orgasmo?

Como mencionado, o orgasmo se trata de uma resposta biológica do nosso organismo, relativo ao prazer. A sensação pode ser atingida através de uma relação sexual ou pelo ato da masturbação. Além disso, acontece tanto com o organismo masculino quanto o feminino.

Como funciona?

Nos seres humanos, ao se atingir podem acontecer diversas sensação no corpo todo. Entre elas: calor, tremores na pernas, temporária falta de ar, aumento da pulsação, etc. Trata-se da sensação máximo do prazer sexual. Uma vez atingido o orgasmo, praticamente, ele não pode ser controlado.


Sua duração é considerada pequena, porém, as sensações no corpo costumam ser bastante intensas.

Para que se alcance, o organismo precisa, geralmente, passar por algumas fases. São elas:

  •  Desejo: esta é uma fase de ativação cerebral. Sua mente identifica algo e almeja, mas nada pode ainda ser observado de alteração no corpo:

mulher tendo orgasmo

Como funciona o orgasmo? Parte 2

  • Excitação sexual: durante essa fase, uma substância chamada de acetilcolina é liberada no sistema nervoso central. Assim, ocorre uma maior irrigação sanguínea nos órgãos sexuais masculinos e femininos.

Nas  mulheres costuma ocorrer também um leve aumento no tamanho das mamas e enrijecimento dos mamilos. Além do aumento do volume da vulca e dos grandes lábios. Também costuma haver uma pequena elevação do útero e um aumento na profundidade do canal vaginal.

Já no homem, existe também um enrijecimento de seus mamilos. Além do aumento do volume dos testículos e o aumento e enrijecimento do pênis.

  • Orgasmo: com a chegada, as alterações da fase de excitação sexual tendem a retrocederem e o corpo começa voltar ao seu estado normal. Durante o orgasmo, há uma grande descarga do neurotransmissor noradrenalina – um dos responsáveis pela sensação de clímax. Com os neurotransmissores e substâncias cerebrais voltando ao normal, existe uma contração dos vasos e os órgãos sexuais masculinos e femininos que sofreram a alteração voltam ao normal.

Na pessoa que atingiu o orgasmo acontece uma intensa sensação de relaxamento muscular, sendo que os homens costumam demorarem para para se refazerem dela.

Caso não consigam ser atingido, as reações costumam ser diferentes nos homens e nas mulheres. Os homens, por exemplo, podem sentir uma leve sensação dolorida nos testículos – ocasionada por uma espécie de cãibra leve.

A mulher, por sua vez, ficará com órgãos sexuais inchados por mais tempo do que ficariam se realmente tivessem conseguido chegar ao orgasmo. O corpo pode demorar até mesmo horas para voltar a sua forma normal. Também pode haver até mesmo uma sensação parecida com cólicas menstruais leves.

Qual a diferença entre orgasmo e a ejaculação?

Orgasmo é uma sensação produzida pelo sistema nervoso central, quando homens e  mulheres passam pela fase do desejo e da excitação sexual. Já a ejaculação é o processo pelo qual o homem expele o seu esperma, através do pênis.

Quais os tipos?

Esse é um assunto polêmico. Alguns especialistas defendem que existe apenas um tipo – enquanto outros acreditam que eles podem acontecer de diferentes formas. Confira os tipos de orgasmos considerados:

  • Clitoriano: acontece com a estimulação do clitóris da mulher. Pesquisa-se que o clitóris possua mais de 8 mil terminações nervosas, gerando sensações mais intensa no que nos homens.
  • Vaginal: acredita-se que esse tipo de orgasmo libera uma energia que atinge toda a linha vertebral, além de acelerar consideravelmente os batimentos cardíacos das mulheres. É considerada uma sensação mais externa do que o orgasmo clitoriano.
  • Cervical: é uma controvérsia entre os especialistas. Trata-se de um tipo de orgasmo descrito por algumas mulheres como uma intensa sensação de prazer que se inicia na parte baixa do abdômen e emite sensações de prazer para o corpo todo. Alguns homens também relatam tal experiência. Nas mulheres, entretanto, para se obter esse tipo de orgasmo seria necessária a estimulação simultânea do clitóris.
  • Masculino: o homem sente sensações de prazeres também por todo o corpo. Porém, o prazer masculino se concentra mais nos seus órgãos sexuais.
  • Anal: outra polêmica – alguns especialista afirmam que é impossível ter um orgasmo por esse órgão. Para eles, há sensação de prazer devido às diversas terminações nervosas do ânus. E isso seria confundido com o orgasmo verdadeiro. Porém, há muita gente que discorda, e garante que o orgasmo anal realmente existe.

Como chegar ao orgasmo?

mulher tendo orgasmo

Chegar ao orgasmo é algo muito particular. As pessoas são diferentes e reagem, assim, de formas divergentes ao prazer sexual. Porém, existem algumas regrinhas que podem facilitar alcançar essa deliciosa e relaxante sensação:

  • Liberar seus desejos, instintos e fantasias. Pessoas com problemas em se permitirem em sentir prazer dificilmente alcançarão o orgasmo. Para aproveitar essa deliciosa sensação, a pessoa tem se entregarem aos seus desejos, instintos e fantasias.
  • Aceitação o seu corpo. Não devemos reprovar nosso próprio corpo para que possamos sentir prazer com ele. Aposte que todos tem pequenos imperfeições e isso nada tem a ver com a sua capacidade de se entregar e despertar o desejo de outras pessoas por você. Portanto, se aceite!
  • Autoconhecimento. As pessoas devem conhecer seu próprio corpo para saberem onde sente prazer ou não e, assim conseguir atingir. A melhor forma para fazer isso é praticar a masturbação – com ela você aprende o que te deixa com mais excitação sexual, onde gosta ou não se ser tocada/o, além de aprender a respeitar seus próprios limites em uma relação sexual com outra pessoa.

Como chegar mais fácil ao orgasmo – Parte 2

  • Praticar. O sexo se torna melhor com a sua prática. Ter poucas relações sexuais na vida dificulta que uma pessoa alcance o orgasmo. Mas isso não significa sair tendo relação sexual com todo mundo por aí. Mas, quando encontrar um parceiro de confiança e que lhe desperte desejo, não economize no sexo. Você perceberá que os atos sexuais ficarão cada vez melhores e mais naturais com a prática e o orgasmo, assim, será muito mais fácil de ser obtido.
  • Relaxe. Orgasmo e tensão não combinem. Para atingir um orgasmo é preciso estar entregue e relaxada/o. Assim, escolha sempre parceiros/as que te deixem à vontade e por quem você realmente sinta atração – pois, sem isso, o orgasmo também se torna quase impossível de ser sentido.

Melhores posições para ter mais orgasmos

Os homens não tem muita preocupação com isso. Desde que estejam em uma posição confortável, o orgasmo acontece fácil e naturalmente. Já o órgão sexual feminino responsável pelo orgasmo – o clitóris – é pequenino e costuma ficar protegido por peles, o que pode dificultar atingir o orgasmo.

Então, vamos falar delas, A seguir, você confere 6 posições que podem fazer com que a mulher tenha o orgasmo de forma mais fácil:

  •  Papai e mamãe: a posição mais tradicional de uma relação sexual que existe pode facilitar chegar ao orgasmo. Isso porque o clitóris fica exposto e consegue ser estimulado pelo corpo do parceiro. A dica aqui é que a mulher procure abrir mais as pernas durante a penetração, para que o corpo masculino consiga estimular ainda mais o clitóris.
  • Parceiro sentado: aqui, o homem deve manter-se sentado e a mulher encaixa-se por cima dele e de frente para ele. As pernas ficarão entrelaçadas. Assim, o pênis e outras partes do corpo masculino atingiram a porção anterior da vagina da mulher e o clitóris é friccionado contra a parte pubiana do parceiro. Essa posição costuma facilitar muito que a mulher alcance o orgasmo.

um casal fazendo sexo

Mais sobre Melhores posições para ter mais orgasmos

  • Cavalgada inversa: a mulher pode fazer movimentos de cavalgada no órgão sexual do parceiro, que ficará de costas para ela. Simultaneamente, ela ou ele estimulam o clitóris da mulher. Com isso, a mulher poderá obter orgasmos super intensos, pois além, de ter seu clitóris estimulado, ainda contará com o prazer da penetração.
  • De lado: os parceiros deitam-se de lado. A penetração é feita, enquanto se estimula o clitóris da mulher com as mãos. Assim como na cavalgada inversa, a mulher contará com dois tipos de estimulação: a diretamente no clitóris e a penetração. Aproveite o momento!
  • Mulher por baixo: a mulher deve se deitar de barriga para baixo e o homem por cima dela. O clitóris é estimulado pelos movimentos de vai e vem ocasionados pela penetração, Também é uma boa posição para se chegar ao orgasmo.
  • Mulher por cima: posição tradicional também, mas que pode muito facilitar com que a mulher chegue ao orgasmo. Ela deverá fazer movimentos de vai-e-vem, estimulando o clítoris. Aqui, se conta a também com dois tipos de estimulação: a fricção do clítoris sobre o corpo do parceiro e a própria penetração.

Existe orgasmos múltiplos?

Muitos garantes que sim! Os orgasmos múltiplos existem. Porém, são poucas as pessoas que relataram passar por essa experiência. Mas quem já teve orgasmos múltiplos garante que a sensação é indescritível e que poucas coisas são mais prazerosas.

Na teoria, os orgasmos múltiplos de tratam de pequenos orgasmos que acontecem em seguida – levando a pessoa a uma sensação de total êxtase e inesquecível.

Pergunta dos leitores

Existe orgasmo anal?

Como já mencionado, o orgasmo anal é um assunto polêmico. Alguns dizem que a sensação é prazerosa – mesmo porque a região anal é repleta de terminações nervosas – mas que não chega ser um orgasmo. Ou talvez seja, mas um tipo de orgasmo diferente.

Não há relatos satisfatórios que respondam a questão. Portanto, a solução é experimentar o sexo anal e se você gostar da sensação, continue a praticá-lo. Já outras pessoas tem verdadeiro pavor de sexo anal, assim, não devem praticá-lo. Afinal, o importante do sexo é que ele seja prazerosos e não incômodo, não é mesmo?