Pai de Menina – Como é ser pai de menina? Desafios e Dicas

O bebê nasceu! Indefeso e dependente dos pais. E a medida que vai de crescendo e se desenvolvendo costuma aparecer as particularidades do sexo da criança. Como é ser pai de menina? Veja aqui.

As meninas começam a demonstrar a sensibilidade característica do sexo feminino e os papais tem de estarem preparados para lidar com isso. As brincadeiras preferidas por elas também costumam ser diferentes e um bom pai não deixa de participar, mesmo sendo homem. Vale lembrar que a criança é como se fosse uma tela em branco e os pais é que irão dar o colorido a esse serzinho, que se tornará um adulto um dia.

Portanto, se você vai ser ou já é pai de uma menina, é importante se preparar para o que estar por vir!

Como é ser pai de menina?

Ser pai de menina tem muitas vantagens para um homem. Pode representar conhecer um universo totalmente novo!


E isso é comprovado. Uma pesquisa feita pela Escola de Negócios de Harvard, por exemplo, apontou que ter uma filha menina leva mais ternura e alegria a um pai.. E tudo isso influencia positivamente em todos os setores da vida de um homem, inclusive no profissional – já que ele se torna mais flexível.

Ser pai de uma menina também aumenta os níveis de oxitocina nos pais. E o que isso significa? Menos estresse e mais sentimentos benevolentes. Ótimo, não acha?

Outro estudo recente ainda revelou que pais que tem filhas mulheres passam mais de 60% do seu tempo livre com elas do que com filhos homens. Além disso, ficam 5 vezes mais tempo cantando e falando de forma mais aberta sobre as suas emoções – o que é, as vezes, muito complicado para os homens,

Já uma pesquisa da revista Behavioral Neuroscience mostrou que mesmo o homem esteja em uma relação com uma mulher, eles aprendem muito mais sobre o valor dos sentimentos. Com isso melhora-se a relação afetiva com a sua companheira.

Veja mais sobre como é ser pai de menina

Pai com sua filha bebê

Na Polônia também foi feito um estudo. Esse levantamento concluiu que pais que tem filhas mulheres tem maior tempo de vida. De acordo com esse estudo, o tempo de vida de um homem aumenta cerca de 6 meses para cada filha que tem – enquanto ter filhos homens ou nenhum filho não traz nenhuma mudança na expectativa do tempo de vida. Bom motivo para ter uma filha mulher, não acha?

E mais, se você em é um empregado que está esperando um aumento de salário, torça para que seu chefe também tenha uma filha menina. Isso porque estudos apontam que executivos do sexo masculino que têm filhas mulheres são mais abertos a solicitações de seus funcionários.

Desafios de ser pai de menina

Mas não só coisas boas trazem ser pai de menina. Em um mundo onde prevalece ainda o machismo, educar uma filha mulher pode ser um grande desafio.

Você terá de lidar com seu próprio machismo e começar a adentrar no Universo feminino e isso significa educar a filha sempre elevando a sua autoestima. Nunca se deve diminui-la pelo fato de ela ser do sexo feminino – isso pode criar uma mulher adulta super insegura. O mesmo vale para serviços domésticos, mostre a ela que homens também podem realizá-los e não cabe só as mulheres executá-los.

Para facilitar, listamos a seguir algumas atitudes que livrarão que sua filha tenha uma educação machista. Preste bastante atenção e coloque-as em prática no dia a dia e no processo de educação de sua querida filha.

  • Não demonstre considerar uma mulher como louca, só porque ela pensa diferente.
  • Preste atenção nas famosas piadinhas que reduzem a mulher a um sexo inferior.
  • Também não use frases do tipo: “você é tão bonita, vai me dar muito trabalho” – principalmente quando ela estiver entrando na adolescência.
  • Evite visualizar “nudes” no WhastsApp perto da sua filha.
  • Quando ela estiver crescida evite comentários de que uma mulher foi abusada por culpa dela. Lembre-se a culpa nunca é da vítima!

Confira mais Desafios de ser pai de menina

Atenção a mais desafios de ser pai de menina:

  • Não use o verbo ajudar quando for realizar uma tarefa doméstica. Bons homens não ajudam, simplesmente fazem porque é uma obrigação fazer os serviços de casa.
  • Não ache graça de piadas machistas, principalmente, perto de sua filha.
  • Ensine que a violência contra mulheres não tem razão de ser nunca. Aliás, nenhum tipo de violência.
  • Jamais coloque a culpa do nervosismo de sua filha na TPM (Tensão Pré Menstrual).
  • Não ensine a sua filha que existe mulher para casar e mulher só para diversão. Todas são iguais e dignas de encontrar um parceiro que as amem e as respeitem.
  • Se alguma mulher tem um defeito, não generalize para a sua filha. Explique que as pessoas são diferentes e nem todas as mulheres agem de tal forma.
  • Não ofenda mulheres no trânsito pelo fato de serem do sexo feminino. Aliás, não ofenda ninguém no trânsito dando um bom exemplo.

Desafios de ser pai de primeira viagem

Sendo seu filho menina ou menino, muita insegurança e dúvidas surgem quando se é pai de primeira viagem. Mas com informação, paciência e dedicação é totalmente possível se sair bem.

  • Aproveite bastante os meses de gestação de sua companheira para preparar-se emocionalmente. Isso porque é natural que, nesse período, você não se sinta excluído.
  • O papel da mãe é gerar e ela estará muito sensível. Cabe ao pai dar todo o apoio e suporte necessário à mãe.
  • É preciso exercer a paciência. Isso porque a mãe passa por uma verdadeira revolução de hormônios no seu organismo. E isso vale tanto para o período gravidez tanto quanto o da amamentação.
  • Tenha paciência também com as visitas quando o bebê nasce. Muitas pessoas não tem consciência que não se deve fazer visitas enquanto o bebê não cresce pelo menos um pouco – a não ser familiares bem chegados. Essa fase vai passar. Caso a mãe esteja nervosa com tanto barulho que as visitas fazem, não se intimide em chamar a atenção dos visitantes.
  • A sogra será uma presença mais constante em sua casa, pode apostar! Aqui também vale a paciência e a compreensão de que a presença da mãe de sua companheira costuma ser importante para ela nos primeiros momentos de vida do seu bebê.

Veja mais Desafios de ser pai de primeira viagem

Veja mais desafios que você terá sendo pai de primeira viagem:

  • Você pode se superar! Isso mesmo, passando as dificuldades iniciais, você estará agindo com o bebê e sua parceira com muito mais habilidade e irá se superar. Pode apostar!
  • Saiba que bebês normalmente choram e isso não significa, muitas vezes, algum problema. Portanto, não se assuste quando o pequeno abrir o berreiro. O jeito é niná-los, no colo da mãe ou no seu. Isso mesmo, pais também devem participar disso!
  • O bebê terá preferência pela mãe por algum tempo. O pai deve entender que os laços que unem mãe e filho são fortes. Muitas vezes, só de colocar o bebê no colo da mamãe, ele para de chorar. Não se sinta excluído, pois você terá muito tempo para ficar com o bebê quando ele estiver um pouco mais crescido e conhecer a sua pessoa.
  • Tenha em mente que a família nunca mais será a mesma. A rotina muda. Mas não fique preocupado com isso, pois toda mudança se torna hábito depois de um tempo. Não tenha medo!

Dicas de como ser pai de menina

Veja algumas dicas de como ser um bom pai de uma menina:

  • Exerça autoridade: meninas costumam ter jeitinhos cativante de pedir aos pais coisas que não podem ter ou fazer. Os pais, então, podem se derreter pela meiguice da menina e acabar cedendo. Porém, isso não é bom para sua educação e seu desenvolvimento. Portanto, resista aos encantos e se algo não pode ser feito a resposta deve ser “não”.
  • Também aceite o “não” de sua filha. Se você quiser que ela faça algo que não é primordial, aceite a negação da criança. Crianças não são marionetes que devem fazer tudo o que os pais acham bonitinho.
  •  Ajude sua filha no momento em que ela precisar se desligar da mãe: existe um momento em que a sua filha precisará abandonar a relação quase gestacional com a sua mãe. Essa fase é importante para que sua filha desenvolva uma personalidade própria. Em alguns momentos a criança ficará sem a presença materna, procure você substituir essa ausência e mostrar a ela que não é porque a sua mãe não está que ela esteja abandonada. Conforte-a.Pai com sua filha nas costas
  • Sempre escute: é muito importante ouvir sempre o que a sua filha tem a dizer. Pesquisas apontam que as meninas falam e prestam muito mais atenção em tudo do que os meninos. Dessa forma, cabe ao pai saber ouvir. Nunca impeça que sua filha se expresse. Quando ela for maior a incentive a desabafar com você – o que cria laços importantes na relação filha X pai.

Confira mais Dicas de como ser pai de menina

Confira mais dicas importantes:

  • Brincar com a filha: não é porque vocês são de sexo diferentes que não podem brincar juntos. E tais brincadeiras não devem ter limites. Procure incentivar brincadeiras que são tidas como de meninas, mas como de meninos também – para não educar a criança de forma machista. Boneca, casinha, futebol, corrida, etc. Todas essas opções são válidas e podem ser extremamente divertidas para ambos!
  • Proteger a sua filha: sabe qual a melhor forma de protegê-la? Ensinando-a a confiar no seu próprio valor. Ajude sua filha a se considerar uma pessoa independente, capaz e dona de seus sentimentos e também de seu corpo. Assim ela estará muito mais preparada para vencer os desafios da vida quando se tornar adolescente ou adulta. Estimule-a!
  • Ensine sua filha que mulheres também são fortes: assim que a sua filha atingir certa idade, estimule-a a alcançar os seus próprios objetivos e suas metas. Nunca a coloque em um lugar inferior aos homens. Mostre o quanto as mulheres também são fortes!
  • Não tenha ciúme: sua filha irá crescer e se interessar pelo sexo oposto. Nunca demonstre ciúme de seus namorados, isso pode deixá-la em uma situação muito desagradável. Pode até retrai-la para outros relacionamentos. Lembre-se que é um direito dela se relacionar com quem gosta.
  • Não banque o super-herói: mostre-se sempre como um ser humano normal, com defeitos e qualidades. Nunca tente passar a imagem de que vai resolver tudo para ela – e isso realmente não acontecerá. Fazer-se de onipotente pode criar uma adulta dependente e insegura. E não é isso que você quer, não é mesmo?

Lembre-se de que você é um exemplo para ela

Lembre-se sempre que sua filha levará o seu exemplo para o resto da vida dela. Portanto, tenha em mente qualquer coisa que for fazer que possa afetá-la. Além do que ensinamos acima, procure passar bons valores a sua filha. Com certeza ela te agradecerá!